06 Passos para ser médico na Itália

06 Passos para ser médico na Itália

Todo ano, milhares de pessoas se formam em medicina no Brasil, muitas delas buscando melhores condições de vida e exercer a tão sonhada medicina.

Ocorre que nem sempre a conclusão da universidade se traduz em viver o sonho, logo os plantões extenuantes, a desvalorização e a insegurança se impõe em um rotina sufocante.

Nesse caso, compreender as alternativas é um grande diferencial a quem deseja viver bem e exercendo o que ama.

Este artigo tem como objetivo te apresentar a oportunidade de exercer a sua profissão na Itália.

Uma oportunidade que pode abrir a possibilidade profissional de trabalhar em qualquer país da união européia, receber em euro e viver em um dos países com a melhor qualidade de vida e segurança do mundo.

Ficou interessado(a)? 

Além das demais vantagens descubra todos os passos para iniciar o processo.

Compreender como ser médico na Itália pode ajudar você na elaboração de um planejamento adequado antes de fazer as malas.

Passo 01: Junte toda a documentação necessária.

Um dos pontos mais negligenciados e que dá mais problema na hora de reconhecer o diploma na Itália é a reunião e legalização dos documentos.

Isso porque os documentos devem ser apresentados de acordo com a formalização requerida pelo consulado italiano.

Entregar fora do padrão exigido irá gerar um indeferimento, que na maioria das vezes vem sem a justificação, o que gera confusão na hora de retificar os documentos. Nessas horas uma assessoria especializada  pode ser o diferencial para o seu sucesso.

Os documentos exigidos atualmente pelo Ministério da Saúde Italiano são:

  1. Documento de identidade válido;
  2. Diploma médico;
  3. Histórico da universidade;
  4. Título de habilitação da atividade;
  5. Inscrição no CRM;
  6. Conteúdo programático;
  7. Certificado de atividade laboral;
  8. Atestado de inexistência de impeditivo legal;
  9. Cópia da especialização, se for o caso.

Obs: Todos os documentos devem ser traduzidos e apostilados de acordo com as normas internacionais.

Com a documentação toda em mãos, chegou a hora de ir para o próximo passo.

Passo 02: Obtenção da declaração de valor.

A “Declaração de valor in loco” é um documento informativo emitido por autoridades italianas, que tem como função consentir à Pública Administração italiana que a sua formação acadêmica tem validade e valor.

 A declaração de valor pode ser requerida para as seguintes finalidades:

    1. Continuação comprovada dos estudos escolares e universitários;
    2. Inscrição nas Universidades;
    3. Homologação de um título universitário para a continuação dos estudos post lauream (master, doutorado, etc.);
  • Reconhecimento profissional
  1. Visto de trabalho


É importante destacar o quão fundamental é está declaração, pois ela será útil tanto no momento do reconhecimento profissional, passo fundamental para ser médico na Itália, como para a aquisição do visto, que iremos abordar posteriormente.


Mas Dra. como eu faço isso na prática?


Após o agendamento será necessário levar todos os documentos legalizados no consulado italiano, sendo vedado o envio através dos correios diretamente ao consulado.


Como se trata de um procedimento muito específico em caso de dúvida sempre recomendo uma consulta com uma assessoria especializada, evitando assim, perda de tempo e dinheiro.

Passo 03: Obtenção de permissão de trabalho (opcional)

Apesar da Itália ser um dos países com maior transparência na hora do reconhecimento de diploma estrangeiro, o processo ainda é burocrático e pode levar de 1 a 2 anos para sua conclusão.

Devido a essa burocracia e as consequências sofridas pelo COVID-19 a Itália está com muitas vagas em aberto, sem contudo, profissionais aptos a ocupá-las.

Portanto, existe um decreto ainda em vigência que permite que profissionais estrangeiros exerçam a profissão enquanto reconhecem o seu diploma.

Essa é uma excelente oportunidade para quem não vê a hora de ser médico na Itália.

As exigências são documentais e não fogem muito do que é exigido para a obtenção da declaração de valor.

Além disso, será exigido um visto de residência ou de trabalho, para que você possa ficar no país legalmente, o que é facilitado com um profissional habilitado e especialista.

Caso você já possua cidadania reconhecida, os vistos são dispensados.

Atenção! Esse decreto possui validade até o fim de 2024, acreditamos que por questões socioeconômicas ele será prorrogado novamente, mas como sempre orientamos nossos clientes, não deixem de fazer o processo de revalidação, pois a permissão do decreto é temporária!

.

Passo 04: Inscrição no processo de reconhecimento de diplomas.

Após estar com todos os documentos e com a declaração de valor em mãos é preciso solicitar o reconhecimento diretamente no Ministério de Saúde Italiano ou em uma universidade.

 

São dois processos e com pontos positivos e negativos diferentes, para saber mais sobre cada um basta clicar aqui . Escrevi um artigo detalhando cada um e suas diferenças.

 

Com a escolha feita, agora é necessário protocolar o pedido na universidade italiana escolhida ou no Ministério da Saúde Italiano.

 

Aguardar a comunicação oficial de processamento de documentos e habilitação para a realização das provas que tem levado de 9 meses a 01 ano.

Passo 05: Realização das provas.

Esse é o primeiro passo onde você obrigatoriamente terá que estar na Itália, até aqui todos os anteriores podem ser feitos ainda no Brasil.

 

Eu sei que o maior ponto de insegurança das pessoas que desejam ser médico na Itália é justamente ter que realizar provas.

 

Por mais que muitas pessoas digam que o processo é impossível, a verdade é que todos os anos diversos imigrantes fazem esse mesmo processo, se preparam e conseguem a revalidação com sucesso.

 

Dentre todos os casos de sucesso a constante é sempre a mesma! É necessário se preparar muito bem e, se necessário, ter ajuda nesse processo para poder focar somente nos estudos.

 

São duas provas a serem realizadas: uma teórica e outra oral.

 

A primeira prova teórica é escrita e composta de 150 questões. Sendo obrigatório a obtenção de pelo menos 18 acertos em cada disciplina, que são:

 

  • Medicina legal;
  • Ginecologia;
  • Pediatria;
  • Cirurgia; e 
  • Clínica Médica.

 

Para cada matéria a prova contempla 50 questões.

 

Após uma semana da prova teórica eles vão entrar em contato e agendar a prova oral com local e data estabelecidos.

 

A prova oral

 

A prova oral é realizada no formato de conversa e nem sempre são perguntas pré-estabelecidas, muitas vezes as perguntas são retiradas do próprio contexto da conversa.

 

Neste caso, além do domínio das matérias é bom ter uma boa prática do Italiano, sendo recomendado para a prova os níveis B1-B2 de fluência na língua.

 

O resultado é obtido logo após o fim da prova.

Passo 06: Inscrição na Ordem dos Médicos da Itália.

Após estar com o diploma reconhecido em mãos chegou a hora de se inscrever no órgão regulador da sua profissão na Itália: o Albo dei Medici.

Um detalhe é que a inscrição deve ser feita na província onde você fixará residência e caso você não tenha cidadania será necessário apresentar o visto.

Pronto! Com a inscrição deferida você já está apto para ser médico(a) na Itália, com segurança, previsibilidade e qualidade de vida.

Conclusão

Neste artigo, você descobriu que é possível ser médico na Itália, sem ter que fazer uma nova graduação para isso.

 

Tanto homens quanto mulheres que possuem a graduação completa, têm direito a iniciar o processo de reconhecimento.

 

Esse processo tem início no Brasil

 

Outro fato que você compreendeu é que o processo é criterioso e possui muitos detalhes, principalmente nas etapas mais burocráticas.

 

Por fim, você também ficou por dentro dos requisitos acadêmicos e documentais para dar início ao processo.



Apesar de falarem para você que o processo é muito difícil e burocrático, saiba que é totalmente possível.

 

Isso porque o processo de reconhecimento é regulado por lei e é um direito de todos que desejam ter liberdade geográfica.

 

Pense como um investimento para você e sua família, que em um  momento de necessidade pode ser uma baita alternativa.

Uma alternativa para quem não se adaptou à Itália, é Portugal, a terra da caravela tem suas próprias peculiaridades e procedimento próprio, mas em contrapartida a língua é muito familiar.

Saiba mais em: Qual a diferença entre revalidar o diploma em Portugal e na Itália?

 

Gostou de ler este conteúdo?

 

Se você conhece alguém que possui esse sonho, compartilhe nosso texto.

 

Abraço! Até a próxima.

5 1 Votar
Classificação do Post
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Você também pode se interessar por:

  • All
  • Direito Imobiliário
  • Direito Militar
  • Homologação de Sentença Estrangeira
  • Outras áreas de atuação
  • Revalidação de Diploma Estrangeiro
  • Revalidação de Diploma no Exterior
Como Revalidar seu Diploma na Espanha

Imagine viver em um país onde a qualidade de vida é exemplar, a segurança é prioridade e as oportunidades de carreira são infinitas. Agora, imagine que tudo isso está ao seu alcance, mas depende de um passo crucial: a revalidação do seu diploma. Se você acha que esse processo é complicado, burocrático e quase impossível de ser concluído, continue lendo. Vamos revelar o segredo que está transformando a…

Médico brasileiro pode trabalhar na Espanha

Uma das perguntas que mais recebemos pelos nossos clientes aqui do Albieri advocacia é: “Médico brasileiro pode trabalhar na Espanha?”.  Quando a maioria dos médicos pensa em uma carreira internacional, as dúvidas  vêm logo à tona – o que é super compreensível, pois estamos falando de uma mudança de vida 360 graus. Portanto, se você sonha com uma carreira internacional, tem dúvidas sobre  o caminho mais seguro para…

06 Passos para ser médico na Itália

Todo ano, milhares de pessoas se formam em medicina no Brasil, muitas delas buscando melhores condições de vida e exercer a tão sonhada medicina. Ocorre que nem sempre a conclusão da universidade se traduz em viver o sonho, logo os plantões extenuantes, a desvalorização e a insegurança se impõe em um rotina sufocante. Nesse caso, compreender as alternativas é um grande diferencial a quem deseja viver bem e…

Prev
123
0
Clique aqui para fazer um comentário nesse post.x
× Como posso te ajudar?