Como revalidar diploma americano de mestrado ou doutorado no Brasil.

Como revalidar diploma americano de mestrado e doutorado no Brasil

Que o curso de pós-graduação stricto sensu nos EUA é um sonho, muita gente sabe.

 

Mas o que fazer quando concluir o curso e voltar para a sua casa, é necessário revalidar? O diploma tem validade automática no Brasil, é preciso fazer prova?

 

São inúmeras as questões que envolvem um tema tão delicado e por isso é comum você ter dúvidas.

 

Se esse for o seu caso, fique tranquilo! Preparei esse artigo para tirar todas as suas dúvidas e garantir que você volte para casa com tranquilidade.

 

Pronto? Então vamos nessa!

Por que eu devo revalidar o meu diploma americano de mestrado ou doutorado no Brasil?

Antes de mais nada é preciso que eu te explique que os países detêm soberania uns em relação aos outros, por isso nem sempre um ato realizado no exterior terá reconhecimento no Brasil.

 

Isso acontece com a maioria dos atos estrangeiros, inclusive com o divórcio estrangeiro, que precisa passar por um processo de reconhecimento interno para ter validade no Brasil. 

 

Curioso não?

 

A mesma coisa acontece com o diploma americano de pós-graduação stricto sensu, além da necessidade de validade de reconhecimento da validade do diploma, é necessário verificar a correspondência da grade curricular e até mesmo o histórico escolar.

 

Por mais que o processo seja burocrático ele é corriqueiro no Brasil, muitos dos professores da universidade fizeram seu mestrado ou doutorado no exterior.

 

Como revalidar o meu diploma americano de mestrado ou doutorado no Brasil?

Diferentemente dos casos de revalidação de diploma de graduação que só podem ser revalidados por faculdades públicas, as de pós-graduação podem ser revalidados por instituições públicas e privadas.

 

Dessa forma aumentamos o leque de possibilidades para a sua revalidação, mas isso não é tudo.

 

O mais importante é que a grade do curso seja no mínimo semelhante a sua. 

 

Independentemente da instituição escolhida os requisitos documentais são os mesmos:

 

  • Diplomas oriundos de cursos ou programas estrangeiros indicados na lista especifica produzida pelo Ministério da Educação e disponibilizada através do Portal Carolina Bori contendo a relação de cursos ou programas que já foram submetidos a três análises realizadas por instituições reconhecedoras diferentes com deferimento positivo. Os cursos assim identificados permanecerão nesta lista por seis (6) anos consecutivos, considerando para o início desse prazo a data do último parecer positivo.
  • Diplomados em cursos ou programas estrangeiros que tenham recebido estudantes com bolsa concedida por agência governamental brasileira no prazo de seis (6) anos.
  • Requerentes que concluíram curso no exterior e obtiveram certificados ou diplomas por meio do Programa Ciências sem Fronteiras.
  • Diplomados que concluíram no exterior um programa para o qual haja acordo de dupla titulação com programa de pós graduação stricto sensu (mestrado e ou doutorado) do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG), avaliado e recomendado pela Capes.

Aqui eu preciso te alertar sobre duas coisas em relação ao seu diploma de mestrado ou doutorado americano, todos os documentos estrangeiros precisam se adequar as formalidades exigidas pelo Carolina Bori, que são a tradução juramentada e o apostilamento.

A) Tradução Juramentada

A tradução juramentada é o procedimento de tradução dos seus documentos estrangeiros, para o português brasileiros, só que feito por um tradutor habilitado para isso.

 

Por isso não é recomendado e nem aceito a tradução realizada por um tradutor particular.

 

Muitos dos nossos clientes têm dificuldade nessa parte ou traduzem errado e tem o seu pedido indeferido, perdendo dinheiro e tempo.

 

Então Cuidado!

B) Apostilamento

Outro requisito formal importante é o Apostilamento de Haia.

 

Todos os países signatários da Convenção de Haia, são obrigados a terem seus documentos apostilados aos apresentarem em outros países.

 

No caso dos Estados Unidos o apostilamento é obrigatório, visto que os EUA são signatários da convenção.

 

Caso você esteja lendo esse artigo e o seu diploma seja proveniente de outro país, fique tranquilo! Acesse aqui e veja se seu país é signatário ou não.

 

Pode parecer mais uma burocracia, mas graças a esse acordo hoje podemos autenticar todos os documentos requeridos para a revalidação em apenas um lugar.

 

Muito mais prático né?

3 - Quais são as principais dificuldades em revalidar o diploma de mestrado e doutorado americano no Brasil?

A) Demora de resposta do pedido

O prazo determinado pela Carolina Bori é de 6 meses, o que já é tempo suficiente para analisar toda a documentação.

 

Mas na prática as instituições estão sucateadas, com poucos funcionários e greves constantes.

 

O que na maioria das vezes se traduz em atraso e prejuízo para o revalidante.

 

Sabendo disso, há meios judiciais e administrativos para acelerar o seu processo, você pode por exemplo protocolar uma reclamação na ouvidoria da instituição e solicitar urgência, o que na maioria das vezes surte efeito.

 

Mas caso a faculdade não responda ou ultrapasse o novo prazo é possível buscar a justiça para que ela responda logo o seu pedido.

 

Nunca orientamos a buscar a justiça logo de primeira, pois são recursos caros.

 

Mas caso você necessite muito, não deixe de buscar pelos seus direitos.

B) Conseguir a documentação completa

A documentação é um fator de dificuldade porque muitas pessoas não se preparam antecipadamente e só descobrem quais são os documentos quando precisam revalidar o diploma.

 

As ementas de disciplinas cursadas é o documento mais problemático, muito disso é porque nem todas as universidades do mundo facilitam o acesso ao documento.

 

Recomendamos a você que ainda não se formou que guarde todos esses documentos consigo, pois a ausência deles pode se tornar uma dor de cabeça no futuro.

 

O desconhecimento da necessidade de ter acesso a tudo que foi estudado é um fator para muitas negativas e desistências de reconhecimentos de diplomas estrangeiros no Brasil.

 

Sabendo disso, você deverá verificar se sua instituição no exterior emite uma documentação com tudo que foi cursado.

C) Preconceito com o Aluno estrangeiro

Infelizmente esse ainda é um pensamento presente nas bancas de revalidação.

 

Não é incomum que mesmo com todos os documentos, na forma correta o pedido seja negado sem uma justificativa plausível.

 

Trata-se de ilegalidade, pois todos os estudantes devem ser  tratados da mesma forma, sem distinção, independentemente de onde obteve o diploma.

 

Se você foi vitima de algum tipo de discriminação, busque o contato de um especialista, pois ele poderá te orientar sobre qual o melhor caminho para reverter esse quadro.

 

Esses tipos de preconceitos são facilmente percebidos em alguns editais ou normas de reconhecimento de diplomas estrangeiros de algumas instituições de ensino .

 

Lembre-se que o especialista está acostumado a lidar com esse tipo de situação e sabe quais os melhores mecanismos para garantir o respeito ao seu direito.

Conclusão

Com esse conteúdo, você conseguiu entender melhor como funciona a revalidação do diploma americano de pós-graduação de mestrado e doutorado.

 

Como eu expliquei, não existe uma Aposentadoria Especial para esses profissionais.

 

Os requisitos desta revalidação a são os mesmos para todos os estudantes de pós-graduação que desejam revalidar o seu diploma.

 

Lembre-se que além dos requisitos documentais é necessário cumprir as formalidades (tradução juramentada e apostilamento de haia).

 

Mas mesmo assim há dificuldades e preconceitos a serem superados, por isso vá muito bem preparado.

 

Mas, e você? Conhece alguma pessoa que precisa saber das informações desse conteúdo? Então, compartilhe o link do conteúdo com ele ou ela.

 

Imagina você contar para essa pessoa, em primeira mão, que ela poderá revalidar o diploma dela no Brasil e inclusive trabalhar aqui? hehe.

 

Agora, fico por aqui.

 

Um abraço! Até a próxima.

0 0 Votos
Classificação do Post
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Você também pode se interessar por:

  • All
  • Direito Imobiliário
  • Direito Militar
  • Homologação de Sentença Estrangeira
  • Outras áreas de atuação
  • Revalidação de Diploma Estrangeiro
  • Revalidação de Diploma no Exterior
Como Revalidar seu Diploma na Espanha

Imagine viver em um país onde a qualidade de vida é exemplar, a segurança é prioridade e as oportunidades de carreira são infinitas. Agora, imagine que tudo isso está ao seu alcance, mas depende de um passo crucial: a revalidação do seu diploma. Se você acha que esse processo é complicado, burocrático e quase impossível de ser concluído, continue lendo. Vamos revelar o segredo que está transformando a…

Médico brasileiro pode trabalhar na Espanha

Uma das perguntas que mais recebemos pelos nossos clientes aqui do Albieri advocacia é: “Médico brasileiro pode trabalhar na Espanha?”.  Quando a maioria dos médicos pensa em uma carreira internacional, as dúvidas  vêm logo à tona – o que é super compreensível, pois estamos falando de uma mudança de vida 360 graus. Portanto, se você sonha com uma carreira internacional, tem dúvidas sobre  o caminho mais seguro para…

06 Passos para ser médico na Itália

Todo ano, milhares de pessoas se formam em medicina no Brasil, muitas delas buscando melhores condições de vida e exercer a tão sonhada medicina. Ocorre que nem sempre a conclusão da universidade se traduz em viver o sonho, logo os plantões extenuantes, a desvalorização e a insegurança se impõe em um rotina sufocante. Nesse caso, compreender as alternativas é um grande diferencial a quem deseja viver bem e…

Prev
123
0
Clique aqui para fazer um comentário nesse post.x
× Como posso te ajudar?