Como ser médico na Itália sem perder a especialidade?

Como ser médico na Itália sem perder a especialidade

Você é médico e está pensando em exercer a medicina na Itália, mas não sabe como ser médico na Itália sem perder a sua especialidade? Fiz esse artigo para você.

 

Vou te contar todos os requisitos para você validar o seu diploma de medicina de forma rápida e poder exercer o seu ofício na Itália.

 

Além disso, vou explicar todos os requisitos documentais, métodos de revalidação e o caminho que, na minha opinião, é o mais rápido e seguro para chegar lá.

 

Ainda irei te dar dicas sobre como conseguir o visto e assim trabalhar com mais tranquilidade na Europa.

 

Vamos lá!

 

1- Por onde começar para ser médico na Itália

2- Requisitos documentais para a revalidação do diploma de médico na Itália

3- Quanto ganha um médico na Itália? E na Europa?

4-  Existe uma forma mais fácil para trabalhar como médico na Itália?

5- Conclusão

1. Por onde começar para ser médico na Itália

Antes de mais nada é importante explicar que a formação do médico na Itália é diferente do realizado no Brasil.

 

É necessário um processo próprio de adequação do diploma, grade e graus obtidos em cada matéria.

 

Esse processo é conhecido como validação de diploma estrangeiro.

 

Na prática serão analisados os documentos emitidos pela universidade brasileira e verificado a compatibilidade entre as instituições, por isso é importante escolher bem a universidade que fará a sua revalidação.

 

Escolher uma grade curricular diferente da sua vai resultar em mais tempo de estudo de complementação.

 

O primeiro passo é selecionar toda a documentação necessária, traduzir e apostilar de acordo com as regras internacionais.

 

Explico:

 

A tradução juramentada é um procedimento comum em todo processo de revalidação de diploma estrangeiro.

 

Essa espécie de tradução deve ser feita em cartório e por tradutor juramentado certificado e aprovado em concurso público.

 

Pode ser feito nos cartórios de notas no Brasil mesmo.

 

Nossa dica é que priorize fazer a tradução juramentada ainda no Brasil, pois eventuais problemas são mais fáceis de resolver, além de ser mais barato.

 

Outra formalidade a ser cumprida é o apostilamento, essa formalidade foi criada a partir da Convenção de Haia que criou um certificado que atesta a veracidade e autenticidade de todos os países assinaram o acordo.

 

Para isso o apostilamento pode ser feito em cartório e após emitida a certidão ela deverá ser remetida ao consulado italiano para a sua aprovação.

 

Recomendamos que todos esses procedimentos sejam realizados ainda no Brasil, pois caso haja algum problema será muito mais tranquilo para resolver.

 

Caso você tenha ficado com alguma dúvida sobre a tradução juramentada, recomendo ler nosso artigo sobre tradução juramentada aqui.

2- Requisitos documentais para a revalidação do diploma de médico na Itália.

Até aqui já tratamos sobre os passos iniciais e as formalidades para se trabalhar como médico na Itália.

 

Agora iremos detalhar como acontece a revalidação do diploma para que você não precise cursar todo o curso de medicina novamente.

 

Se o seu foco é trabalhar como médico na Itália, então o primeiro passo deverá ser obter a “Declaração de Valor in Loco”.

 

E um documento oficial, redigido em italiano, que comprova a autenticidade e legitimidade da documentação apresentada, emitido pelas Representações diplomáticas italianas.

 

Para fazer essa solicitação é necessário os seguintes documentos:

 

  • Para declaração de valor de um título de graduação: apresentação de histórico escolar do ensino médio (traduzido e apostilado);
  • Diploma universitário apostilado: original e tradução juramentada para o italiano;
  • Histórico universitário apostilado: original e tradução juramentada para o italiano;
  • Declaração de autenticidade do diploma e do histórico escolar realizada por diretor, reitor ou responsável pelo departamento da instituição em que o diploma foi obtido. A declaração consiste em dois documentos que podem ser baixados no site do consulado . A firma deverá ser reconhecida em cartório;
  • Declaração de conteúdo programático: o documento deve ser emitido pela instituição de ensino em que você estudou e deve especificar os conteúdos de todas as disciplinas realizadas. Lembre-se de que o documento deve ser acompanhado de uma tradução juramentada.

Não se esqueça que todos esses documentos deverão estar apostilados e traduzidos por tradutor juramentado.

 

2.1 Caso o seu objetivo seja estudar na Itália.

 

Somente a declaração de valor in locco é suficiente para estudar no ensino médio, mas caso sua necessidade seja de cursar uma graduação ou pós graduação, será necessário realizar a equivalência de estudos.

 

Voltando aos requisitos para trabalhar como médico na Itália, após o procedimento inicial é necessário o reconhecimento profissional, que deverá ser protocolado em um consulado italiano, podendo ser feito inclusive no Brasil.

 

Com o reconhecimento profissional feito é hora de se inscrever no órgão regulamentador da profissão. 

 

No caso dos médicos esse órgão é o Ministério da Saúde Italiano.

3- Quanto ganha um médico na Itália?

A Itália é um país com uma população bem idosa, com poucos jovens,  pouca substituição nas vagas de emprego, o que proporciona ótimas oportunidades para quem está procurando recomeçar a vida.

 

Por conta disso temos ótimas vagas para brasileiros.

 

 Aqui embaixo enumeramos algumas vagas comuns para médicos iniciantes.

 

  • Malta: € 2.000,00
  • Itália: € 2.000,00 a € 2.500,00
  • Espanha: € 2.500,00
  • Portugal: € 2.746,24
  • Reino Unido: £ 2.200,00 libras (€ 2.464,26 euros)
  • Dinamarca: DKK 20.000,00 coroa dinamarquesa (€ 2.700 euros)
  • Alemanha: € 4.442,00
  • Suécia: SEK 35.000 coroa sueca (€ 3.288,00 euros)
  • Áustria: € 4.000,00
  • Irlanda: € 4.083,00
  • França: € 4.569,00
  • Suíça: CHF 6.250,00 franco suíço (€ 5.575,00 euros)
  • Bélgica: € 6.250,00
  • Holanda: € 6.300,00

Esses valores são apenas para ilustrar as boas oportunidades que ficam disponíveis em grande parte do ano.

 

E importante ilustrar que após aprovação no processo de revalidação o médico poderá exercer sua profissão em qualquer país da Europa.

4- Existe uma forma mais fácil para trabalhar como médico na Itália?

Portugal possui flexibilizações aos brasileiros que podem ser boas para quem o italiano soa como barreira para atuar como médico na Europa.

 

Isso porque os lusos possuem um tratado internacional com todos os países que falam português e garantem facilidades de migração, assim como o idioma é mais próximo do falado no brasil.

 

E após a revalidação em Portugal ela tem validade nos demais países europeus, legal né?

 

Se você já tomou a decisão de imigrar já entendeu que nem a língua e o visto são barreiras para mudar de vida.

Conclusão

Se você leu até aqui, você entendeu um pouco mais dos requisitos para ser médico na Itália e Europa.

 

Te expliquei todos requisitos para obtenção do valor in locco e da equiparação profissional.

 

Além disso, dei uma alternativa para quem acredita que a língua e o visto podem ser um problema.

 

Agora é se preparar para mudar de vida.

 

Gostou dessas informações e conhece alguém que pode se beneficiar deste conteúdo? Compartilhe com essa pessoa no Whatsapp.

 

Tenho certeza que será de grande ajuda.

 

Para ficar por dentro de todas as regras e atualizações sobre revalidação de diploma, continue acompanhando o blog.

 

Até mais!

5 2 Votos
Classificação do Post
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Você também pode se interessar por:

  • All
  • Direito Imobiliário
  • Direito Militar
  • Homologação de Sentença Estrangeira
  • Outras áreas de atuação
  • Revalidação de Diploma Estrangeiro
  • Revalidação de Diploma no Exterior
Como Revalidar seu Diploma na Espanha

Imagine viver em um país onde a qualidade de vida é exemplar, a segurança é prioridade e as oportunidades de carreira são infinitas. Agora, imagine que tudo isso está ao seu alcance, mas depende de um passo crucial: a revalidação do seu diploma. Se você acha que esse processo é complicado, burocrático e quase impossível de ser concluído, continue lendo. Vamos revelar o segredo que está transformando a…

Médico brasileiro pode trabalhar na Espanha

Uma das perguntas que mais recebemos pelos nossos clientes aqui do Albieri advocacia é: “Médico brasileiro pode trabalhar na Espanha?”.  Quando a maioria dos médicos pensa em uma carreira internacional, as dúvidas  vêm logo à tona – o que é super compreensível, pois estamos falando de uma mudança de vida 360 graus. Portanto, se você sonha com uma carreira internacional, tem dúvidas sobre  o caminho mais seguro para…

06 Passos para ser médico na Itália

Todo ano, milhares de pessoas se formam em medicina no Brasil, muitas delas buscando melhores condições de vida e exercer a tão sonhada medicina. Ocorre que nem sempre a conclusão da universidade se traduz em viver o sonho, logo os plantões extenuantes, a desvalorização e a insegurança se impõe em um rotina sufocante. Nesse caso, compreender as alternativas é um grande diferencial a quem deseja viver bem e…

Prev
123
0
Clique aqui para fazer um comentário nesse post.x
× Como posso te ajudar?