Quais os documentos necessários para ser médico na Itália

ser médico na itália

Para você que deseja ser médico na Itália , além de todo o conhecimento em relação ao processo de validação de diplomas , é importante conhecer todos os documentos necessários para o processo.

Parte desses documentos podem ser obtidos ainda no Brasil, o que significa que você pode dar o primeiro passo agora.

Apesar de eu ter certeza que você possui todos os documentos necessários para ser médico na Itália, vou destacar os detalhes que ninguém te conta e te preparar para fugir das pegadinhas.

Contar com a ajuda de um advogado especialista pode ser um diferencial para que sua transição seja a mais tranquila possível

Então, confira algumas informações e dicas no artigo abaixo:

Como é o processo para ser médico na Itália?

A primeira coisa que eu preciso que você entenda é que existem duas modalidades de revalidação de diploma na Itália, muito diferente das 0formas de revalidar de Portugal e o método brasileiro.

O processo de revalidação é um pouco burocrático e demorado. Por isso, tenha em mente que será preciso planejamento e paciência para os prazos.

Todo o processo demora entre 01 a 02 anos de duração, dependendo da modalidade escolhida.

Preciso te lembrar que essa é a realidade de 2023, existem muitos brasileiros migrando a sua vida profissional para a Itália, então não sabemos até quando esse procedimento continuará a ser válido.

Outra dica é que caso você seja apto para a cidadania italiana , já comece dê entrada a sua solicitação, visto que os prazos são semelhantes e os resultados concomitantes.

Os dois caminhos para a revalidação do seu diploma são:

  • Através de uma universidade italiana
  • Através do Ministério da saúde italiano.

Vamos às diferenças entre elas:

02.1 Processo de revalidação através de universidades italianas

Cada universidade possui as suas próprias regras para a revalidação, então é necessário estudar cada uma delas e ver qual se identifica mais com as suas necessidades.

Esse método semelhante com o reconhecimento de diplomas em Portugal tem o seu ponto positivo no sentido de haver mais possibilidades, mas tem o ponto negativo de ser um processo administrativo e de total discricionariedade da universidade, o que muitas vezes gera decisões injustas e limita os recursos.

Caso você opte por esse método de revalidação, procure a universidade que possui a grade curricular mais próxima possível com a sua, isso vai aumentar e muito as suas chances de sucesso.

Em geral, será preciso:

  • Fazer uma prova de ingresso para a revalidação de diploma;
  • Ter uma certificação de nível C1 da língua italiana;
  • Fazer TCC (apresentar a tese)
  • Estágio obrigatório.

Essa opção geralmente possui mais custos, é mais longa e mais burocrática. Haverá a necessidade de apresentar um trabalho de conclusão de curso em italiano e disponibilidade de tempo para estágio.

02.2 Processo de revalidação através do Ministério da Saúde Italiano

A segunda opção é fazer o processo de revalidação direto com o Ministério da Saúde, é um processo unificado e é o que eu recomendo.

Possui cinco etapas:

  • Documentação;
  • Convocação do Ministério da Saúde para a realização de provas;
  • Prova escrita;
  • Prova oral;
  • Decreto ministerial divulgando a sua aprovação;

Cabe destacar que as provas são realizadas na cidade de Roma na Itália, portanto se programe e separe uma reserva para custear a viagem e hospedagem.

03. Quais os documentos para ser médico na Itália?

Como eu já falei para você, o método de revalidação que eu recomendo é o realizado perante o Ministério de Saúde Italiano.

Isso porque é um processo regulado por lei e realizado por um órgão oficial, o que significa que o processo é mais seguro e transparente.

Portanto, passarei a tratar sobre os documentos necessários para esse tipo de revalidação.

Esse são os documentos atualmente (2023) exigidos pelo Ministério da saúde italiano:

  • Diploma Médico;
  • Histórico da Universidade;
  • Título da habilitação na atividade;
  • Inscrição no CRM;
  • Conteúdos programáticos;
  • Certificado de atividade laboral;
  • Atestado de não impedimento penal;
  • Cópia da especialização, se for o caso.

03.01 - Declaração de Valor

Além desses documentos será necessário a declaração de valor, essa declaração deve ser obtida pelos consulados italianos presentes no Brasil.

Esse é o primeiro passo para a sua revalidação bem sucedida e deve ser requerido ainda no Brasil.

A “Declaração de valor in loco” a Declaração de Valor é um documento informativo, que tem como função consentir à Administração Pública italiana avaliar o título para o qual é solicitado o reconhecimento. A Declaração de Valor tem como única finalidade descrever o valor que o Título de estudo tem no País de origem.

Documentos para requerer a Declaração de Valor:

1) Diploma de graduação, mestrado e/ou doutorado em original e tradução juramentada para o italiano, ambos em original e apostilados;

2) Histórico Escolar e tradução juramentada para o italiano, ambos em original e apostilados;

3) Conteúdo programático de todas as disciplinas (sem tradução, exceto em caso de pedidos expressamente feitos pelas Faculdades italianas escolhidas), encadernado, com páginas numeradas e acompanhado por declaração fornecida pela Faculdade, com indicação de:

  • Nome completo do estudante;
  • Denominação do curso e número de páginas do conteúdo programático.

Somente a declaração deverá ser traduzida por tradutor público juramentado e apostilada, tanto o original quanto a tradução.

Em caso de MESTRADO ou DOUTORADO e ESPECIALIZAÇÃO apresentar o título original e a declaração do Instituto de Ensino com indicação de

  • Duração total do curso
  • Requisitos de acesso
  • Percurso acadêmico efetuado para conseguir o título.

O título de estudo e a declaração deverão ser traduzidos por tradutor público juramentado e apostilados, tanto no original quanto na tradução.

Apresentar fotocópia simples de toda a documentação (exceto o conteúdo programático), incluindo as traduções

04. Conclusão

Saber quais são os documentos necessários para ser médico na Itália é fundamental para quem deseja reconhecer a sua profissão no país.

Entender sobre os documentos e como iniciar o processo lhe dá muita independência.

No entanto, mesmo que a documentação seja fácil de reunir, um advogado especialista  pode ter mais familiaridade com os procedimentos de legalização dos seus documentos.

Esses profissionais lidam diariamente com clientes que precisam reconhecer a sua profissão na Itália.

O hábito faz com que os advogados tenham mais facilidade no acesso.

Na dúvida, converse com um advogado internacionalista que seja da sua confiança.

Gostou do conteúdo?

Então, aproveite para compartilhar essas informações.

Espero que você tenha feito uma ótima leitura.

Abraço! Até a próxima.

0 0 Votos
Classificação do Post
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Você também pode se interessar por:

  • All
  • Direito Imobiliário
  • Direito Militar
  • Homologação de Sentença Estrangeira
  • Outras áreas de atuação
  • Revalidação de Diploma Estrangeiro
  • Revalidação de Diploma no Exterior
Como Revalidar seu Diploma na Espanha

Imagine viver em um país onde a qualidade de vida é exemplar, a segurança é prioridade e as oportunidades de carreira são infinitas. Agora, imagine que tudo isso está ao seu alcance, mas depende de um passo crucial: a revalidação do seu diploma. Se você acha que esse processo é complicado, burocrático e quase impossível de ser concluído, continue lendo. Vamos revelar o segredo que está transformando a…

Médico brasileiro pode trabalhar na Espanha

Uma das perguntas que mais recebemos pelos nossos clientes aqui do Albieri advocacia é: “Médico brasileiro pode trabalhar na Espanha?”.  Quando a maioria dos médicos pensa em uma carreira internacional, as dúvidas  vêm logo à tona – o que é super compreensível, pois estamos falando de uma mudança de vida 360 graus. Portanto, se você sonha com uma carreira internacional, tem dúvidas sobre  o caminho mais seguro para…

06 Passos para ser médico na Itália

Todo ano, milhares de pessoas se formam em medicina no Brasil, muitas delas buscando melhores condições de vida e exercer a tão sonhada medicina. Ocorre que nem sempre a conclusão da universidade se traduz em viver o sonho, logo os plantões extenuantes, a desvalorização e a insegurança se impõe em um rotina sufocante. Nesse caso, compreender as alternativas é um grande diferencial a quem deseja viver bem e…

Prev
123
0
Clique aqui para fazer um comentário nesse post.x
× Como posso te ajudar?