Como validar o diploma na Itália em 2023: O guia completo

Validar o diploma na Itália costuma ser uma das formas mais seguras para quem deseja imigrar para o país, isso porque você já vai para lá podendo exercer a sua profissão.

Esse processo permite trabalhar tanto na iniciativa privada quanto nos serviços públicos, abundantes e bem remunerados no país.

O processo ao todo possui uma duração média de 01 ano, podendo ser iniciado sem a Cidadania Italiana e o domínio da língua.

Além disso, você ainda tem a possibilidade de trabalhar em outros países da União Europeia.

Mas para isso será necessário passar pelo processo de validar o diploma na Itália, um processo burocrático, mas nada impossível. E o melhor! Esse processo pode ser iniciado ainda no Brasil, sem qualquer necessidade de ficar indo e voltando da Itália.

Mas entenderemos se você optar por viajar logo para a Itália, realmente é um sonho se realizando.

Neste guia, você encontrará informações detalhadas sobre o processo de validar o diploma na Itália e como ele está funcionando em 2023.

Com este material, será possível identificar se você cumpre os requisitos para aplicar para esse processo, seu funcionamento e os riscos envolvidos.

Faça uma boa leitura!

1- Primeiros passos para validar o diploma na Itália

 A primeira coisa que eu preciso que você saiba é que o processo se dá em duas fases: a obtenção da “declaração de valor in locco” e a realização de provas e entrevistas.

Antes que você fique preocupado a realização de provas dependerá do curso que você está validando, alguns como a medicina tem a realização de provas obrigatórias, mas outros são somente uma entrevista em italiano.

Se você está em dúvida consulte um especialista, pois ele irá estudar o seu caso em específico.

Voltando a Declaração de Valor, ela é um documento em italiano que comprova a autenticidade e legitimidade da sua documentação, e pode ser expedida pelas representações diplomáticas italianas.

Esse primeiro documento pode ser requisitado e obtido ainda no Brasil, através dos consulados italianos no Brasil, sem que você tenha que ir à Itália para isso.

Após ter a Declaração de Valor em mãos, chegou a hora de requerer a equivalência de Estudos.

Diferentemente de Portugal  a Itália faz o seu procedimento de validação de diploma através do órgão regulador da profissão no país.

Podemos citar os médicos fazem o pedido de equivalência direto ao Ministério da Saúde Italiano.

Mesmo essa segunda fase pode ser feita ainda no Brasil, somente no momento da realização das provas (se for o caso) que você irá se deslocar para a Itália.

Agora que eu te contei esse monte de informações sobre o processo de como validar o diploma na Itália, vou te contar nos próximos capítulos os documentos necessários para dar início ao pedido da sua declaração de valor.

2- Quais são os documentos necessários para validar o diploma na Itália em 2023?

Agora que você já sabe os primeiros passos chegou o momento de reunir todos os documentos necessários.

Cada nível de escolaridade possui exigências próprias, neste artigo irei abordar os requisitos para a validação de graduação, mas em um próximo estaremos abordando o que é necessário para as especializações e ensino médio.

1) Diploma de graduação, mestrado e/ou doutorado e tradução juramentada para o italiano, ambos em original e apostilados.

2) Histórico Escolar da graduação, mestrado e/ou doutorado e tradução juramentada para o italiano, ambos em original e apostilados.

3) Duas xerox simples, frente e verso, do diploma de graduação e uma xerox simples, frente e verso da tradução do diploma de graduação.

Baixar a “Declaração de Autenticidade de Histórico Escolar

Baixar a “Declaração de Autenticidade de Diploma

Os dois documentos acima deverão ser entregues assinados pelo responsável da universidade com firma reconhecida, não precisam ser traduzidos nem apostilados.

Em relação ao pedido de equivalência de estudos, você deverá reunir os seguintes documentos:

1) Diploma de graduação, mestrado e/ou doutorado em original e tradução juramentada para o italiano, ambos em original e apostilados;

2) Histórico Escolar e tradução juramentada para o italiano, ambos em original e apostilados;

3) Conteúdo programático de todas as disciplinas (sem tradução, exceto em caso de pedidos expressamente feitos pelas Faculdades italianas escolhidas), encadernado, com páginas numeradas e acompanhado por declaração fornecida pela Faculdade, com indicação de:

  • Nome completo do estudante;
  • Denominação do curso e número de páginas do conteúdo programático.

Somente a declaração deverá ser traduzida por tradutor público juramentado e apostilada, tanto o original quanto a tradução.

3- O que é legalização de documentos?

Quando falamos sobre processo de validação de diplomas, precisamos entender que o diploma, assim como os documentos não possuem eficácia e compatibilidade automática com os emitidos na Itália, isso porque estamos falando de duas culturas bem diferentes entre si.

Por isso, alguns documentos necessitam serem traduzidos por tradução juramentadas e até apostilados de acordo com a Convenção de Haia, o que chamamos de apostilamento.

Todas essas legalizações podem ser feitas diretamente no Brasil, através dos cartórios habilitados (apostilamento) e tradutores juramentados (tradução juramentada), que podem ser encontrados nas juntas comerciais do seu Estado.

Se você estiver com dúvida consulte um advogado especialista, com certeza ele poderá te orientar e poupar o seu dinheiro.

4- O processo de validar o diploma na Itália é caro?

A boa notícia é que o processo em si não envolve custos, apenas algumas taxas que serão pagas de acordo com o avançar do seu processo.

Leve em consideração os custos com a emissão dos documentos pela sua universidade, legalização de documentos e a taxa de 300 euros que deve ser paga no momento da marcação da prova ou entrevista.

E não se esqueça que será necessário você ter um bom domínio da língua italiana, o que demandará um bom curso de línguas.

E aqui eu quero te deixar uma dica que adquirimos com a prática, apesar da cidadania italiana  não ser um pré-requisito para a realização da equivalência de estudos, ela ou um visto serão necessários para a sua permanência no país.

Se a língua for um grande empecilho para você, leve em consideração Portugal, que mesmo diferente, possui um sistema próprio de validação de diploma e não possui a barreira do idioma.

5- Qual o melhor momento para validar o diploma na Itália?

Não é novidade para ninguém que o nosso país não vem oferecendo as melhores condições de vida para os brasileiros.

Anualmente estamos observando uma crescente de cidadãos brasileiros que estão migrando para a Europa em busca de melhores condições de vida para si e seus familiares.

Com isso, a tendência é que o governo comece a criar barreiras legais para o ingresso de imigrantes no país, assim como tem acontecido com Portugal.

No momento, a Itália ainda está sofrendo as consequências da pandemia, de forma que há muitos postos de trabalhos disponíveis, com bons salários principalmente na área da saúde e com incentivos para quem deseja fazer a validação.

Portanto, essa é uma grande oportunidade para brasileiros que querem morar na Europa com segurança.

6- Eu preciso de uma assessoria especializada?

Embora muitas pessoas tenham dúvidas ou realmente não saibam, é possível validar o diploma na Itália em 2023.

Diferentemente do que várias pessoas  acreditam, todo o processo é possível, desde que se conheça o passo a passo.

Sem sombra de dúvidas, não é um processo fácil, além dos desafios dele ainda temos que lidar com o dia a dia profissional que muitas vezes não nos deixa respirar.

Porém, antes de você, amigo, tomar qualquer atitude e ir logo solicitando a sua declaração de valor in locco, converse com um advogado especialista.

Um profissional qualificado saberá orientá-lo sobre os passos que devem ser seguidos. 

Além disso, ele avaliará quais são as peculiaridades que envolvem a sua profissão.

Poderá inclusive te ajudar com relocation, que é todo o suporte e estudo para realizar a sua mudança, assim como da sua família com segurança e compatível com o seu estilo de vida .

Gostou do conteúdo e conhece alguém que recebe pensão por morte?

Então, aproveita o embalo e já compartilha nosso artigo. Conhecimento e informações de qualidade são sempre bem-vindos.

Espero que você tenha feito uma excelente leitura.

Caso tenha qualquer dúvida e precise de ajuda conte com a nossa assessoria.

Abraço! Até o próximo artigo.

2.5 6 Votos
Classificação do Post
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Você também pode se interessar por:

  • All
  • Direito Imobiliário
  • Direito Militar
  • Homologação de Sentença Estrangeira
  • Outras áreas de atuação
  • Revalidação de Diploma Estrangeiro
  • Revalidação de Diploma no Exterior
trabalhar como dentista na Itália

1- POR QUE VIVER E TRABALHAR COMO DENTISTA NA ITÁLIA? Todos sabem que a Itália é referência em saúde, educação, segurança e qualidade de vida.  O país atraí profissionais do mundo todo que desejam ter uma carreira mais valorizada e maior qualidade de vida com a sua família, sendo possível equilibrar trabalho e lazer. Isso também é válido para o campo da Odontologia.  Além de haver um vasto…

como ser dentista na italia

Se você é dentista no Brasil e está insatisfeito com as condições de trabalho, segurança e qualidade de vida pode estar se perguntando sobre como ter uma carreira mais valorizada. Mas você sabia que é possível exercer a sua profissão na Itália sem ter que fazer uma nova faculdade para isso? Pois é!  A Itália assim como outros países da Europa possuem muito interesse em profissionais estrangeiros para…

Médico brasileiro recebendo suporte jurídico para exercer a medicina na Itália, simbolizando a transformação de carreira.

Você, médico que se sente frustrado com as condições de trabalho no Brasil, já imaginou um futuro onde suas habilidades são plenamente valorizadas e você pode exercer a medicina na Itália?  A realidade é que muitos profissionais da saúde brasileiros enfrentam desafios sérios, como sobrecarga de trabalho, baixos salários e ambiente estressante. A boa notícia é que há uma solução viável: a Itália, um país que oferece oportunidades…

Prev
123
0
Clique aqui para fazer um comentário nesse post.x
× Como posso te ajudar?